Cadeados dos chineses…

Caros vendedores de cuecas, tratadores de jacarés, condutores de scooters que participam em encontros motards e pessoas no geral para quem brincar aos comboios só faz sentido se forem maquinistas:

A assombração de uma sociedade denegrida pelo tempo não pode ser somente medida pela preferência sócio-económico-“pessoalo”… vá, sexual, de membros do nosso governo! Não! Mais situações penetram no nariz do senhor dracuécalo como um pepino gigante e com casca grossa. Vou deixar-vos neste post um exemplo do supracitado, para que guiem as vossas vidas! “Guiem” literalmente porque este post remonta-nos  ao uso de bicicletas:

Como usador de músculo esquelético que sou, desloco-me na capital de bicicleta. Ora claro está que foi necessário comprar um daqueles bonitos cadeados para a prender ao poste mais próximo quando urgia a necessidade de correr para trás de um arbusto no meio de um ataque de cólicas. Após analisar o mercado havia duas opções:

– Cadeado “sport zone” – 15€

– Cadeado “chinocas” – 2,5€

Ponderei, ponderei, ponderei e passados 3 segundos procurei a loja dos chineses mais proxima e adquiri um bonito e verde fluorescente cadeado. Aparte de os plásticos se terem partido quando abria a caixa, a corrente em si parecia de uma qualidade considerável e nem a consegui abrir só com a força das minhas mãos. Comecei a fazer uso do cadeado em todo o lado pensando que estava seguro… Até ao dia em que perdi a chave quando tinha a bicileta parqueada na faculdade. Entrei em desespero, chorei, soltei 2 ou 3 pinguinhas de urina e quando me preparava já para incendiar o bar um amigo meu apareceu e perguntou-me o porquê de ter as calças rasgadas em ambas as nádegas. Contei-lhe toda a história e ele diz-me : “- Olha, eu também comprei um desses nos chineses, experimenta a minha chave”. Eu ri-me na cara dele, enchendo-lhe o nariz com predigotos. Óbvio que a chave dele nunca iria abrir o meu cadeado. Óbvio!

ERRADO!!!! ABRIU!!!!

Meus caros leitores mirolhos, os cadeados dos chineses são feitos em série! Qualquer chave abre qualquer cadeado.

Salvem as vossas bicicletas… A minha continua com o mesmo!

P.s: Este post não pretende incluir um p.s: em que se faz referência ao pescoço inexistente do Marco Horácio, nem tão pouco incluir a palavra trambolho no mesmo. Ler com uma certa dose de arritmias. Pode provocar tendinites. Em caso de persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico.