Animais de estimação…

 Caros  utilizadores de dicionários bilingues, pessoas que acham que a uva dá cerveja, homens no geral que são contra o uso de desodorizante  e aqueles em particular que emanam um cheiro tão intenso que não adiantaria se usassem.

Como já deve ser perceptível para os seguidores mais assíduos, o Sr. Drácuécalo tirou umas pequenas férias para descansar o seu único neurónio, deixando-o absorver a realidade e preparar mais uma temporada de acutilantes críticas ao mais comum dos mortais.

Este post aborda o tema preferido de qualquer criança que não tenha crescido num jardim zoológico: animais de estimação. Há companheiros de casa para todos os gostos, desde os mais banais, como os cães, os gatos e os gorilas até aos mais refinados como os pincher que, ao que parece, são cães a pilhas da mais avançada tecnologia (não é preciso trocá-las).

No mundo actual vale qualquer coisa para se ganhar o campeonato mundial do animal de estimação mais ridículo. Neste mundo de concorrência desleal, até há quem tenha em casa aranhas, formigas, pulgas e coisas bonitas e inofensivas como pitons. Aliás, o Sr. Drácuécalo tem um amigo que tem uma destas cobras em casa e de acordo com o que ele disse há coisa de um mês ela é muito mansa… Tenho ido lá a casa frequentemente e por um qualquer motivo estranho parece que ele desapareceu do mapa… Mas a piton está lá sempre… GOOOORDA, com uma forma esquesita… deve estar a digerir qualquer coisa grande que engoliu…

Como devem imaginar, o defensor da premíscuidade cultural e dos sapos das filipinas decidiu entrar nesta competição e adoptar como animal de estimação… o seu próprio irmão. Ao chegar ao veterinário, o Sr. Drácuécalo foi infamemente insultado porque, ao que parece, um ser humano não pode ser um animal de estimação!!! Ainda tentei relacionar a maneira como o meu irmão come com os hábitos alimentares do porco, mas fui corrido do edifício. Com a pressa, a trela ficou lá…

  

P.s: Este post provoca aumento muscular similar a esteróides. Basta imprimi-lo em papel fotográfico e esfregá-lo nos músculos. O Sr. Drácuécalo não é produtor de maças reineta nem tão pouco tem como hobby engolir água da praia por uma palhinha. Pode provocar desovas, ler com uma dose moderada de tremoços! Em caso de persistência dos sintomas consulte o seu médico ou farmacêutico.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s